27 de fevereiro de 2012

Festa de São Sebastião em Monjolinho de Minas - Lagoa Formosa/MG

“A festa é uma tradição na comunidade e atrai todos os anos milhares de pessoas de toda a região. dezenas de cavaleiros e amazonas saem de vários lugares da região e vão em cavalgada se divertir no povoado. Inúmeros carros de boi também participaram da festa que ainda teve vários shows de artistas regionais.
A Festa de São Sebastião acontece todos os anos na comunidade de Monjolinho de Minas, distrito de Lagoa Formosa. Este ano, o evento começou no dia 13 e só terminou nesse domingo (22). Cavalos de todos os tipos puderam ser vistos na estrada que dá acesso à comunidade. A viagem dos cavaleiros e amazonas foi a maior festa.
Mas o que mais chamou a atenção foram os carros de boi. Mais de cem participaram de uma carreata até a festa. Aqueles que foram pela primeira vez à maior festa da comunidade ficaram vislumbrados com a cantiga dos carros. E as atrações não pararam por aí. Foram nove shows sertanejos que alegraram o grande público. Apesar da falta de energia nesse fim de semana, os participantes se divertiram."*

Desfile de carros de boi de Santo Antônio do Descoberto - GO










Para acessar o álbum de fotos, favor clicar no álbum:

ÁLBUM DE FOTOS




23 de fevereiro de 2012

Festa do Carro de Boi de Inhapí/AL

A Doris Walmsley nos informou sobre a existência de uma grande festa em Inhapí/AL, conforme segue:

 3ª Festa do Carro de Boi de Inhapí - Alagoas (2011)

"A festa do carro de boi realizada pelo sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Inhapi    ( STTR - Inhapi ), marca há comemoração dos 32 anos de lutas e conquistas do trabalhador rural."
 No endereço abaixo você poderá conhecer um pouco da festa:

http://www.inhapiemfoco.com/visualiza_info.php?id=209

12 de fevereiro de 2012

A Folia de Reis e sua peregrinação

A Folia de Reis Chico Monteiro de Vazante/MG, juntamente com um sanfoneiro de Catalão/GO, fez várias apresentações nos dias 8 a 11 de fevereiro de 2012, na zona rural do Gama/DF. Devemos destacar o quanto a população local gostou e que ainda existem muitas pessoas que lutam para manter a tradição das folias de reis viva. Em Vazante/MG, têm várias folias e todas elas desempenham um papel fundamental, não apenas nos campos culturais e religiosos, pois durante o ano elas arrecadam donativos e dão há instituições de caridades. De modo geral, os cânticos das folias de reis tratam sobre o nascimento do menino Jesus e a visita dos Reis Magos. Contudo, ocorrem algumas diferenças quanto aos ritos e letras. Nesta perspectiva, temos que dar valor na folia de reis e buscar a transmissão de suas práticas para as futuras gerações, pois só assim conseguiremos manter essa crença ao longo dos séculos.




6 de fevereiro de 2012

Festa do Carro de Boi de Alto Jequitibá, MG.




O Sr. José Geraldo Paixão - Departamento Municipal de Cultura da Prefeitura de Alto Jequitibá/MG, nos informou sobre a existência de uma grande festa em seu município, conforme segue:

IIIª Festa do Carro de Boi de Alto Jequitibá, MG.
Cidade: Alto Jequitibá, MG.
Local de realização: Centro de Eventos Marianos(CEM)- Poliesportivo.

Data da realização: Evento com data fixa. Ocorre sempre no feriado de "Corpus Christi", que sempre acontece em uma quinta-feira e estendendo-se até o domingo seguinte. Exemplo: Este ano, 2012, a festa se iniciará no dia 07 de junho ( quinta-feira) e irá até o dia 10 de junho, (domingo) ocasião em que se realiza a grande Festa do Carro de Boi de Alto Jequitibá.


http://www.altojequitiba.mg.gov.br/

3 de fevereiro de 2012

SOFRIMENTO DE CARREIRO

 Fui carreiro de bom gosto
Na profissão, fui caprichoso
Meus dez bois aparelhados
Subia morro custoso
Naquelas verdes campinas
Fui valente e corajoso
E querido das caboclas
Por ser carreiro jeitoso.
Cortando longas estradas
E terreno arenoso
Carro cantava bonito
Bois ao passo vagaroso
Eu gritava com a boiada

Vai Ponteiro e vêem Jeitoso
Puxa firme Coração
Parelha de Carinhoso.
Certa vez numa viagem
Na Fazenda do Barroso
Já estava escurecendo
Parei prá fazer o poso
Depois fui ver uma cabocla
De jeitinho carinhoso

Hoje tudo se acabou
De paixão fiquei nervoso.
Meus bois foram acabando
Que destino caprichoso
Meu carro já não cantava
Começou rangir fanhoso
Cabocla me abandonou

Fiquei muito desgostoso
Hoje só resta a lembrança
Daquele tempo saudoso.
Fiquei muito aborrecido
Por eu ser muito amoroso
Carro guardei na varanda
Prá esquecer é bem custoso
Meu peito suspira triste
Só não choro de teimoso.



Autor: Manoel da Silveira Corrêa (Manoel da Tunica)